O plágio só existe por que é legalizado..e se não fosse? Existiria o plágio?

 

Olá colegas deste mundo a fora..

Gostei tanto do vídeo como do texto e realmente tratam de uma  assunto muito sério nos dias de hoje. O como combater foi bem apresentado...pela educação....pelo esclarecimento..e por último pela dor fisíca ou financeira.

Penso duas situaçoes...

A primeira é como algúem que chegou a cursar uma universidade inteira até forma ainda pratica o plágio..será que isso não veio da sua formação anterior...acredito que ninguem vira um plagiador do dia para a noite..e se queremos combater o plágio devemos ir até as origens....eu não sei..mas deve se pesquisar...

A segunda situação é....estamos falando de conhecimento, o conhecimento ele não é só certificado ele é "comprovatório"..sendo assim com plágio ou sem plagio...o aluno que colar e copiar na prática não poderá fazer isso e portanto o seu "certificado" será somente um pedaço de papel na parede. A verdadeira certificação é aquela que a sociedade faz...e portanto penso que isso naõ deveria ser uma obrigação do professor fiscalizar...é o livre arbitrio de cada pessoa e que cada um arque com as suas conseguências.

Neste raciocionio já vi pesquisadores defendendo a redução do tempo de uma obra..para que ela fique de dominio publico e aberto o mais rápido possível. Afinal você só obteve o poder do conhecimento e fez alguma coisa por que a sociedade como um todo te propiciou este saber...nada mais justo que sua produção fique a disposição da mesma sociedade...será.

 

 

Comentários

  • Artur Coelho há 1719 dias

    "defendendo a redução do tempo de uma obra..para que ela fique de dominio publico e aberto o mais rápido possível": uma coisa é o plágio e outra a propriedade intelectual. se copiares de uma obra de domínio público sem indicares as fontes... é plágio à mesma. e sim, quanto mais alargado for o domínio público maior o ganho para a cultura, mas isso é toda uma outra guerra. 

  • Paulo teixeira de sousa há 1718 dias

    Pois é Artur, eu fico na linha da liberdade total de todo conhecimento existente na terra, seja público e de acesso a todos, independentemente da necessidade da citação por questões de ética...mas sim por questões acadêmicas, ou seja, não é uma questão de dar o crédito a quem de direito...mas garantir que o pesquisado tem fundamentação teórica e científica.

    Obrigado partilhar com meu blog

  • Artur Coelho há 1718 dias

    yep. mas os escritores também têm de comer...