Notas versus competências

Não me vem à memória nenhuma situação de plágio específica, com a qual me visse confrontado, conforme o solicitado nas propostas de tarefa da semana 1. Na minha atividade profissional o plágio é punido disciplinarmente, tendo repercussões no futuro das carreiras, fazendo com que os formandos não se sintam motivados para o praticar. Julgo no entanto, numa perspetiva muito pessoal, que que o plágio é muitas vezes praticado porque as avaliações, mais do que para reconhecer competências, têm o objetivo de escalonar pessoas. É dada uma maior importância à nota em si do que às competências adquiridas e os formandos, perante esta pressão social para ter “boas notas”, sentem-se impelidos a plagiar de modo a conseguirem uma posição na escala de valores que, através das suas competências,  nunca conseguiriam alcançar. 

Comentários

  • António Chimuzu há 1781 dias

    Viva João

    Vocé é sortudo por nunca ter lidado com casos de plágio. Eu já e a punição não foi agradável: repetir o curso.

     

    Uma abraço

    António

    #ecoimooc14, #ecoimooc14t

  • Pedro Filipe Aguilar Brigas há 1780 dias

    Concordo consigo João,

    O que mais me irrita numa sala de formação é a questão "isso sai para o teste?!". 

    Caso a minha resposta seja negativa, então os níveis de atenção diminuem e muito, o que está completamente errado uma vez que em muitos casos estou a transmitir uma ferramenta ou método que no futuro será essencial.

    Cumprimentos