Plágio, apenas uma forma de estar

Associado a crime, mas praticado por muitos. Até ouço dizer que o crime afinal compensa.

Mas será que trás benefícios copiar ideias como forma de aprender? Será mesmo aprendizagem?

Ser original é mais trabalhoso, mas muito mais gratificante e benéfico pois são os verdadeiros autores que sabem e conhecem as ideias por trás das suas palavras.

Mesmo com o sucesso de vários, é mais frequente o ato de plágio do que seria desejado. O problema persiste, mesmo com todas as iniciativas e penalizações contra.

A resposta seria uma educação de base para um pensamento crítico, que não aceite como verdades adquiridas tudo o que se encontra escrito. Já se tentou isso antes, mas… Eis que a Internet aparece como um ou muitos livros abertos onde basta o famoso copy-past para fazer trabalhos fantásticos, mas nada originais.

Nos dias de hoje ainda há quem acredite que poderá levar a sua avante com esta técnica, mas já existe software próprio para detetar facilmente o plágio. O problema é que apanhar criminosos não muda a sua vontade de fazer o crime. E, muitos são os professores cansados de enfrentar esta constante.

A utilização da Internet tem que ser assim educada, para que se continuem a fazer trabalhos originais, onde cada um tem a autonomia e desenvolve a sua própria voz.

Os professores deverão ser o exemplo disso, conseguindo implementar estratégias de avaliação mas também conseguindo dialogar e fazer entender os benefícios da reflexão e sentido crítico desenvolvidos como forma de aprendizagem.

Penso que a resposta a esta questão está em mudança de mentalidades, onde nos devemos separar do trabalho fácil e rápido mas de curto prazo e abraçar aprendizagens significativas e duradouras que, a longo prazo, nos fazem colher frutos mais maduros. Isto vai muito além de temas como Internet e plágio. É educar para a honestidade.

Comentários

  • Thirso Junior há 1834 dias

    O professor precisa, mais do que servir como mediador, procurar conscientizar o aluno à respeito da gravidade de se copiar idéias alheias e incentiva-lo a produzir suas próprias ideias. Este trabalho é o mais complicado pois muitos professores se acomodam em sua rotina de apenas censurar e punir.

    #ecoimooc14t0

  • Leideana há 1833 dias

    Colegas Sônia, Thirso

    Na escola, considero que precisamos reforçar a formação dos princípios e valores no estudante, quando isso é trabalhado a opção do plágio vai se distanciando. Na minha análise, quando o plágio se vislumbra oportunidade de autoavaliação do docente e discente, pois há uma competência a ser desenvolvida. #ecoimooc14t0

  • Ribães há 1828 dias

    Plágio, autoplágio, cópias simuladas e derivados, é apenas uma forma de Não Saber Estar e nem Saber SER, diria. Obrigado.