• Blogs
  • Cristine
  • Antropofagia cultural - o uso de informação e a autoria em uma sociedade hiperconectada

Antropofagia cultural - o uso de informação e a autoria em uma sociedade hiperconectada

O movimento de usar a informação da web para a aprendizagem me remete ao movimento atropofágico de Oswald de Andrade um marco do movimento modernista brasileiro - http://pt.wikipedia.org/wiki/Movimento_antropof%C3%A1gico

"[...]a deglutição (daí o caráter metafórico da palavra "antropofágico") da cultura do outro externo, como a norte americana e europeia e do outro interno, a cultura dos ameríndios, dos afrodescendentes, dos eurodescendentes, dos descendentes de orientais, ou seja, não se deve negar a cultura estrangeira, mas ela não deve ser imitada [...]"

Estaria aí o caminhho da autoria, no movimento de deglutir e regurgitar ? O excesso de informações da Web te faz deglutir, deglutir, deglutir... Porém, não menos importante na aprendizagem autoral, é misturar o que se deglute com o que se tem. 

A regurgitação pode se transformar em algo autoral, ou "a instauração de algo novo, a operação de descontinuidade do pensamento e de possibilidade de transgressão (Carvalho, 2011)".

 É impressão minha ou o texto 1 #ecomooc14t1  nos leva a questionar as tradicionais revisões de literatura de uma ciência mecanicista e tradicional diante das necessidades do mundo interconectado somos todos utilizadores de informação e neste sentido, antropofágicos na sociedade hiperconectada o sentido da "boa informação" 

Referência

Alexandre Filordi de Carvalho Função educador: em busca de uma noção intercessora a favor das experiências de subjetividades ativas In: Haroldo Resende (org.) Michel Foucault Transversais entre educação filosofia e história 2011