• Blogs
  • Elena
  • Padrões de Competência em TIC para Professores

Padrões de Competência em TIC para Professores

Comentários

  • Ribães há 1778 dias

    Bom dia! Elena

    Complemento a informação tecida anteriormente noutro tema alavancado pela Elena, truncando-o com este, que oferecendo-nos a informação da UNESCO 2008, a faço interligar com uma breve anuência ao relatório da UNESCO publicado em março de 2012 onde nos chama atenção que para sobrevivermos num mundo em mudança como aquele em que atualmente vivemos, pautado por umca cada vez maior personalização de P&S, as economias precisam de se adaptar não só ao dominio dos negócios, mas também a outros, como é exemplo a Educação. A maioria dos sistemas educativos públicos encontra-se ainda baseada num modelo de sala de aula a tempo inteiro com uma "abordagem única para todos [...] contudo, este modelo de abordagens única não permite a muitos alunos alcançarem os seus melhores resultados de aprendizagem possíveis" e que "esta situação pode ser melhorada de forma dramática através da transição para um novo paradigma de educação, caracterizado por uma maior flexibilidade e opções de escolha para cada aluno individual. Assim, a ideia de personalização na educação em geral é muito simples: permitir aos professores fazer corresponder o que é ensinado, e como é ensinado, às necessidades de cada aluno".

    Assim sendo, padrões de competência em TIC para professores e não só - novos modelos de ensino - personalização -  também, acrescentaria eu ao título.

    E está claro, deixo aqui também uma deixa de atenção para a questão das necessidades especiais dos alunos que grande parte das vezes são menos faladas ou relevadas entre todos.

    http://www.tessenshow.co.uk/

    Obrigado pela atenção.

  • Elena há 1772 dias

    Olá Ribães.

    Diante de suas considerações me desafias a pensar sobre as interfaces entre as concepções epistemológicas e as competências docentes. De que modo podemos desenvolver competências digitais docentes se temos concepções de ensino-aprendizagem assentadas em modelos de transmissão-recepção? Atualmente fala-se em "n" conceitos: alfabetização digital (eu, particularmente, prefiro fluência tecnológica); literacias, letramentos, etc. Mas, ainda nos preocupamentos imensamente com quantidades de conteúdos...

  • Ribães há 1772 dias

    Olá Elena

    Estamos em linha de pensamento. Obrigado pelo contributo. Tudo de bom.