Competências digitais e o papel das tecnologias

Enquanto professores do século XXI, as tecnologias têm de fazer parte da nossa prática pedagógica. Com o advento da Internet, passamos a vivenciar um mundo novo, uma sociedade em rede, promotora da cibercultura, que expande o conhecimento para lá das paredes da sala de aula. Desta forma, as tecnologias desempenham um papel fundamental para este novo paradigma educativo. Contudo, neste dilúvio de informações, devem ser desenvolvidas as competências que promovam a postura correta enquanto pesquisadores, selecionadores e autores de partilha deste oceano de informação. É extritamente necessário uma avaliação criteriosa dos imensos recuros disponíveis na Web e é a nós que essa responsabilidade é incutida. 

Comentários

  • GildaAquino há 1573 dias

    Oi Hélder,

    A formação do professor é fundamental, ele tem o papel de promover a interação e a aprendizagem. Habilidades e competências que são necessárias como: técnica e sociais e profissionais para poder atuar com sucesso na Educação. E trabalhar as práticas pedagógicas de modo a atender as necessidades e expectativas dos alunos. 

  • Ana Toscano há 1573 dias

    Olá Hélder,

    Não há duvida que o papel do professor é fundamental nesta transição na esfera da educação. O desenvolvimento dessas competencias vão permitir uma melhor adequação das metodologias a implementar para que o professor consiga orientar o aluno para que este atinja/desenvolva com sucesso as competencias que lhes são propostas.

    A aprendizagem é gerada não só em sala de aula, tal como dizes no teu post Hélder. Não existe barreiras para a partilha e aquisição do conhecimeto. O professor deverá ter desta forma as competencias digitais adequadas para poder orientar o aluno no mar de informação que a Internet nos oferece. Nem sempre é fácil para os jovens descurtinar no meio de tanta informação/desinformação o que é realmente adequado para a sua aprendizagem. Há que ter um papel orientador no processo.

    Abraço

    AnaToscano

  • Hélder Pereira há 1572 dias

    Olá Gilda, efetivamente a formação de professores, de qualidade e que vise sobretudo a integração pedagógica da tecnologia é fundamental. Sabemos que a tecnologia sozinha não faz milagres, mas com o devido uso e o devido acompanhamento poderemos realmente rechamar os alunos ao processo de aprendizagem e promover ambientes dinâmicos, interativos e motivadores

  • Hélder Pereira há 1572 dias

    Olá Ana, A tecnologia jamais poderá substituir o professor...e este é um grande receio que inibe o aproveitamento do que esta nos tem para oferecer. O importante é efetivamente a questão da metodologi...como uma vez li...tecnologia...usar ou não usar já não é a questão...a questão é como e quando usar.... Uma das vantagens é esse alargamento do palco da aprendizagem...que nos abre horizontes nunca antes vistos... Para tal...uma vez mais reforço a questão de uma formação adequada e de qualidade para a integração da tecnologia em sala de aula (principalmente no que respeita à metodologia), mas uma formação contínua e continuada...com o devido acompanhamento pedagógico para que possamos colher os frutos mais ricos que a tecnologia tem para nos dar: aulas motivadores e alunos motivados - a educação ajustada aos tempos atuais.