Um comentário às questões

  • Público
Por Rifaustino há 1630 dias

Plágio sempre ocorreu. Quem não se lembra do que faziam os Egípcios quando as suas terras à beira do Nilo eram inundadas? Exactamente, o que ficou conhecido como Teorema de Pitágoras. É apenas um exemplo do que me referia.

Atualmente, fruto da velocidade à qual circula a informação e da quantidade da mesma, é mais usual falar-se de “Plágio” uma vez que há mais pessoas que o fazem e que são descobertas, mas ainda assim outras não o são. Devemos centrarmo-nos na questão de o evitar e não na do detetar, uma vez que se ele não for feito não necessita de ser encontrado. Como o fazer? Aqui entram valores da Espécie Humana – A Verdade e a Honestidade (para além de outros).

Na minha vida profissional já encontrei vários trabalhos que eram cópias integrais de outros que se encontram na net. A falta de competências informáticas dos alunos (falo de pessoas entre os 10 a 15 anos) leva-os a imprimir e a entregar trabalhos nos quais só colocam o seu nome.

Esta postura é refletida com os discentes, na esperança que eles compreendam e percebam o direito dos autores às suas obras e ainda que reflictam sobre a “não aprendizagem” que acabam de realizar.