Plágio desaconselha-se.

O comportamento ético ensina-se e cabe-nos a nós professores ensinar os procedimentos adequados, bem como desenvolver nos nossos alunos comportamentos éticos íntegros. Para isso, devemos começar por explicar porque não devemos plagiar, consciencializando-os para a necessidade de atribuírem sempre a autoria nos trabalhos e desencorajando-os para a apropriação indevida de trabalhos.

Tal como Roberts-Cady também acredito que a melhor estratégia para combater a "desonestidade académica" é o desenvolvimento crítico.

A educação deve prover os estudantes de conhecimentos e competências que lhes permitam a apropriação crítica dos seus valores. E, para que estes se capacitem destes valores, é necessário que aprendam a identificar os seus pressupostos éticos.

Eduquemos, para que o plagio deixe de ser  o caminho fácil usado por muitos estudantes.

Comentários

  • conceicaodurao há 1657 dias

    O professor ao exigir citações e referências bibliográficas, tem a obrigação de as utilizar nos seus materiais de trabalho, servindo de modelo aos seus alunos.