Comédia ou Realidade?!

Por terras lusas o nome de Ricardo Araújo Pereira anda hoje na boca da maioria dos portugueses, não só por ser um humorista nato, assertivo, estruturado e com resultados à vista, mas também e provavelmente justamente por ser um intelectual muito consciente e atento à realidade que nos rodeia.

Talvez cometa aqui a gaffe de algum despropósito ou talvez não mas ao cruzar os olhos pelo link que hoje aqui apresento não consegui deixar de traçar uma associação com tantas conversas e reflexões que por aqui já passaram na nossa plataforma de aprendizagem.

"Neste momento, é óbvio para todos que a culpa do estado a que chegou o ensino é (sem querer apontar dedos) dos professores. Só pode ser deles, aliás. Os alunos estão lá a contragosto, por isso não contam. O ministério muda quase todos os anos, por isso conta ainda menos. Os únicos que se mantêm tempo suficiente no sistema são os professores. Pelo menos os que vão conseguindo escapar com vida.(...)

Reparem: quando falamos de professores, estamos a falar de pessoas que escolheram uma profissão em que ganham mal, não sabem onde vão ser colocados no ano seguinte e todos os dias arriscam levar um banano de um aluno ou de qualquer um dos seus familiares.

O que é que esta gente pode ensinar às nossas crianças? Se eles possuíssem algum tipo de sabedoria, tê-la-iam usado em proveito próprio. É sensato entregar a educação dos nossos filhos a pessoas com esta capacidade de discernimento? Parece-me claro que não." :)

http://ospontosdevista.blogs.sapo.pt/ricardo-araujo-pereira-ser-professor-4656

Comentários

  • Margarida Dias há 1583 dias

    Boa tarde, Ana

    Sou fã do Ricardo Araújo Pereira, não só pelo seu lado humorístico, mas, e, sobretudo, pela sua vertente de pessoa culta, intelectual, erudita, dimensão que transparece em tudo o que faz e escreve. Estas palavras são muito duras, são mesmo muito críticas e custam-nos a ler, porque são dirigidas a nós profesores. Mas, de facto temos de admitir, em meu entender, que o humorísta tem razão. Custa a admitir, custa a ceitar.Somos uma classe muito pouco unida e solidária, por isso os governos têm feito o que querem connosco. Como vamos ensinar os nossos alunos a terem espírito crítico se nós próprios também não o temos, ou pelo menos, não fazemos uso dele?

    Enfim, colega, já me ficou a doer a cabeça...

    Obrigada por este seu contributo, gostei muito do título que deu.Aprecio uma boa comédia.

  • Ana Rodrigues há 1580 dias

    Olá Margarida!

    Sabe que embora concorde com os aspectos que a Margarida enuncia acerca da nossa classe a verdade é que não é essa a leitura que faço deste texto. Para mim o que o Ricardo está a querer dizer é que o professor é um bicho um bocadinho estranho porque dá o corpo por uma profissão que o trata pouco bem, numa espécie de comportamento masoquista ou pouco inteligente. Ele brinca com o facto de que se os professores não são capazes de escolher uma profissão que os trate melhor e que lhes recompense melhor o esforço e empenho então certamente não são muito inteligentes!

    Mas note-se que acho que o faz de forma engraçada e pertinente! quantas vezes não brinco com o mesmo!Mesmo após quase dois anos de desemprego, dez de serviço sem progressão na carreira em regime de saltimbanco em que o que ganhei me foi ficando pela estrada, continuo a rotular-me de professora e a alimentar a esperança de ainda voltar a fazer o que mais adoro.. que é ensinar!

  • Anibal Matos há 1580 dias

    Olá Colegas

    Gostei desta troca de opiniões, sobre o que dizem de nós, mesmo que seja com ironia e numa "Comédia", eu já cá ando desde 1976, dá para perceber que se ainda continuo, é só porque ainda consigo gostar de ver os meus alunos a "Crescer". Claro que quando comecei adorava e agora só vou gostando. Mas é efetivamente uma profissão espetacular, claro que só para quem gosta.

    O que seria do Ricardo Araújo sem alguns dos professores que teve!!! claro que ele tem também tem grandes méritos no que se tornou.

    Estava mesmo a precisar de ir ver o Ricardo e da vossa conversa, Obrigado.

  • Ana Rodrigues há 1578 dias

    O Ricardo é uma homem muito inteligente e que sempre tenho ouvido defender a causa e os esforços dos professores portugueses, ainda que através do humor!

    Gosto disso.. se não soubermos rir de nós próprios a vida será sempre muito mais complicada, tensa e sensaborona ;)