Memorização

Isabel Festas, professora da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra e uma das coordenadoras da equipa das metas curriculares, apresentou ontem outra leitura. Como a nossa "memória de trabalho tem capacidade limitada, a memorização de factos e a automatização de procedimentos permite a compreensão e concentração em tarefas mais complexas", disse, lembrando que "hoje em dia não basta fazer bem, é preciso também fazê-lo rapidamente".