• Blogs
  • Isabel Paiva
  • O educador necessita de vários tipos de conhecimento para desempenhar bem o seu papel. Esses conhecimentos tendem a articular-se, existem separadamente ou entram em conflito entre si?

O educador necessita de vários tipos de conhecimento para desempenhar bem o seu papel. Esses conhecimentos tendem a articular-se, existem separadamente ou entram em conflito entre si?

Uma vez que grandes partes das acções dos educadores mobilizam simultaneamente vários tipos de conhecimento, estes tendem a combinar-se. Ainda assim, é possível que em certas situações entrem em conflito, o que pode gerar bloqueios, ambiguidades e duplas mensagens, mas também tornar a acção mais completa, ajustada e segura. Como exemplo, o saber técnico-científico exerce muitas vezes uma função de controlo sobre o conhecimento instintivo. Quando estão em consonância, reforça a sua legitimidade. Quando há discordância, o educador deve reflectir acerca dela, buscando a sua razão e a sua consequência, eventualmente procurando controlar a acção instintiva e/ou melhorar o seu saber cientifico. Assim sendo, a articulação entre os diferentes tipos de conhecimento é uma condição necessária para o bom desempenho da missão do educador. Podemos concluir que só a articulação entre os diferentes tipos de conhecimento permitirá a condição necessária para o bom desempenho da missão do educador – pedagogia da sageza.