Modos de punir quem pratica o plágio

É interessante a perspetiva de Cvetkovic e Anderson (2010), citados por (Paula Pedroso), ao denunciarem o plágio nas redes sociais. Nunca tinha pensado em tal, pois é um modo como os alunos ou quem pratica o plágio se pode auto-punir e ser excluído pelos respetivos pares.

Um outro aspeto a referir é o facto de o plágio não ajudar a construção nem a edificação do conhecimento, muito pelo contrário pode ser autor de destruição científica, pessoal e social. Para além de ser um crime e conduzir a efeitos nunca antes pensados pelos próprios que o praticam.

Referência bibliográfica

Pedroso, Paula (s.d). Texto 3 - tema 1 -#ECOiMOOC14, pág. 60

Comentários

  • Antonio_Franco há 1289 dias

    Olá,

    Denunciar o plágio nas redes sociais pode ser bastante punitivo dado a grande importância que têm nos dias de hoje. Seria, a meu ver, uma denúncia que ultrapassaria o ãmbito escolar já que iria ser lida por pessoas e entidades em nada relacionadas com a educação e o ensino.