Resposta a um post de portprof sobre O PROFESSOR DO FUTURO E A SUA FORMAÇÃO

Olá

Gostava de o tratar pelo nome, mas como não sei se é Rui dirijo-me a si como se fosse. Desculpe se não se chama Rui, mas não encontrei o seu nome no perfil pessoal, apenas no email.

Quero agradecer a partilha do conteúdo que apresentou que me parece muito útil e importante. Gosto particularmente quando diz: " O grande desafio já não é o de preparar os professores para usarem as tecnologias da informação nas suas disciplinas, mas o de manter uma reflexão interdisciplinar, e permanentemente renovada, acerca dos modos como enfrentar as oportunidades e as ameaças de uma sociedade da informação".

Sobre este assunto concordo plenamente e apoio esta sua opinião, pois mais do que nunca devemos estar numa aula com uma postura holistica ou seja promovendo a interdisciplinar, visto que as ciências não são estanques nem separadas, mas encontram-se interligadas conduzindo a uma complementaridade.

No entanto, constato que este aspeto não é sempre fácil de desenvolver com os alunos. No meu caso por exemplo quando abordo uma questão científica relacionada com as Ciências Naturais e depois a colego com a História ou outra disciplina os alunos começam logo a dizer "isto não é Ciências..."

Por estas razões, mais do que nunca verifico a necessidade de uma educação integral e holistica.

Grata pela partilha.

Até breve e boa semana

Emanuel

Comentários

  • Paulo Jerónimo Vasconcelos Carvalho há 1491 dias

    Apesar de difícil, penso que é este  único caminho. O conhecimento, dada esta facilidade de acesso à informação e a quantidade de informação disponível, não pode ser balizado tão claramente entre disciplinas... a metodologia de projeto pode dar um contributo positivo neste sentido.

  • joaobarbara há 1490 dias

    Olá a todos, 

    " O grande desafio já não é o de preparar os professores para usarem as tecnologias da informação nas suas disciplinas, mas o de manter uma reflexão interdisciplinar, e permanentemente renovada, acerca dos modos como enfrentar as oportunidades e as ameaças de uma sociedade da informação"

    Apesar de concordar, na prática ainda tenho de dizer que existe muito trabalho a realizar para que os professores usem as TIC de uma forma generalizada e sem preconceitos. Não sei se será só pela idade avançada de alguns professores, ou se pela relutância de muitos em usares as TIC nas suas aulas.

    Pela experiência que tenho como Pai, e também como presidente de uma Associação de Pais de uma escola básica 2/3, verifico que na escola atual nem tudo é tecnológicamente ajustável ao que deveria ser. Isso reflete-se muito na atenção e no que os alunos apreendem.

    Cumprimentos,

    João Bárbara

    aluno nº 1401515 - curso de Educação