Texto 3 - As redes sociais no apoio ao ensino presencial - um instrumento de avaliação

- " com as tecnologias disponíveis e acessíveis à maioria, crianças e jovens aprendem, desde muito cedo, a explorar os recursos de forma a conseguir comunicar e aceder a informações da melhor forma e o mais rapidamente possível."

 

- As redes sociais, apesar de teoricamente interditas a crianças com menos de 15 anos de idade, estão repletas de perfis que estas abrem sozinhas e cujo acompanhamentopode ou não ser feito por adultos. A geração que hoje frequenta as nossas escolas básicas e secundárias é uma geração informatizada, uma geração tecnologicamnete apta e experiente, a geração que muitos denominam de "geração digital""

 

- "Osborne (2003) apresenta sete indicações metodológicas que devem ser seguidas para a utilização das tecnologias em contexto de aula de forma a que estas conduzam, efetivamente, a uma melhoria da aprendizagem em ciências. Estas indicações são:

i) o professor deve assegurar-se de que a utilização das tecnologias é apropriada e valoriza as aprendizagens em questão;

ii) o uso das tecnologias deve estar enquadrado nas práticas pedagógicas correntes do  professor e nos pré-conceitos dos estudantes;

iii) a atividade deve ser estruturada de forma a que os alunos tenham de assumir alguma responsabilidade e tenham oportunidade de desenvolver uma participação ativa;

iv) é essencial promover nos alunos a reflexão sobre os conceitos e relações subjacentes criando momentos de discussão, análise e reflexão;

v) manter o foco na atividade de investigação desenvolvendo competências de recolha e análise de dados;

vi) deve explicitar a relação entre o uso das tecnologias e o processo de ensino e aprendizagem em curso; finalmente.

vii) deve ser encorajada a partilha de descobertas e ideias dentro do grupo-turma.