O Plágio na internet - Video eTexto 3

O Vídeo informa as consequências de quem plagia e como isso pode afetar toda a nossa vida, contudo, usando a nossa criatividade podemos ir mais além , fazer diferente e melhor.

A educação e a educação para a ética é a pedra basilar para evitar o plágio.

Este tipo de educação enquadra-se perfeitamente na nossa sala de aula,  ensinando , por exemplo, a citar as fontes que consultam e dar os devidos créditos a quem faz os textos, os as imagens ou mesmo a aplicação.

Para contribuir para que os nossos alunos entendam bem os malefícios desta “batota” , ensinemo-los a colocarem-se no lugar do outro e perguntar se gostariam de ver publicados e assinados ,  os seus trabalhos,  por um outro utilizador qualquer.

Mais que detetar o plágio é então sensibilizar para a problemática e debate-la com os alunos, nunca descurando o olhar para nós professores e identificar se estamos sempre a proceder em conformidade com o que apregoamos.

Comentários

  • Rui Pacheco há 1076 dias

    Concordo plenamente com um dos apetos que a colega foca no seu blog, e genericamente esquecido ou secundado nos valoresa da sociedade atual: a educação para a ética. No entanto, quando vemos que destacados membros da sociedade pelagiaram literalmente as suas teses, creio que ficamos com poucos argumentos para dissuadir os nosso alunos a não o fazerem. Para além da sua estratégia de colocar os alunos no papel de pelagiados, costumo usar, em sala de aula projetado no ecrã a aplicação "pelagiarism", onde os alunos são confrontados perante os seus pares se pelagiaram ou não e informo so encarregados de educação dessa prática, pedido-lhes que façam um comentário à atitudo do seu educando/a. Genericamente, e sobretudo nas turmas com continuidade pedagógica, tenho observado que a prática tende a dimiunuir (pois eles vêm que facilmente deteto o pelágio) e sabem que essa prática tem efeitos na avaliação, pois anulo simplemente a nota dada a esse trabalho. Por outro lado, tenho proporcionado atividades em que os alunos não se limitam ao "copy/paste", mas que êm de trabalhar a informação, geralmente referenciada em páginas da web que indico.