Texto 1 e Texto 2

Boa noite,

A utilização da tecnologia, especialmente das tecnologias da informação e comunicação, é uma condição fundamental na realização de tarefas, muitas vezes básicas, do nosso dia a dia.

A cada dia que passa, a tecnologia evolui, o que faz com que todos queiramos saber o que está a mudar a cada momento. Ninguém quer ficar para trás e todos queremos acompanhar esta evolução. Os professores/formadores/investigadores de educação também não querem ficar para trás. Mas levanta-se a pergunta, estarão eles preparados para entrar no mundo das tecnologias? É muito importante que estejam ou que sejam preparados para tal. Cada vez mais temos ao nosso dispor muita informação e os profissionais da educação têm de saber como utilizá-la, como transformá-la em conhecimento para os seus alunos, e como ensinar os seus alunos a selecionar a boa informação, entre outras coisas. Não é uma tarefa fácil para os profissionais da educação uma vez que não existe muitas formações referentes a esta temática nas escolas. É necessário divulgar junto dos professores a importância de aprender a utilizar as tecnologias, a importância de criar objetos de aprendizagem através das tecnologias... muito mais deve ser divulgado junto dos professores.

Como podemos confiar na informação que encontramos na Internet? Aqui está uma boa pergunta. Sendo eu professora, e muitas vezes colocando aos meus alunos a tarefa de criarem sites na Internet, sei que é possível colocar de tudo na Internet. Tal como diz o artigo "É importante lembrar que qualquer pessoa pode publicar na Internet, e claro é mais fácil encontrar e aceder a informação publicada livremente." Logo, se todos podem colocar informação na Internet, isso significa que a qualidade/credibilidade da informação encontrada naquela deve ser avaliada cuidadosamente. 

No momento de uma pesquisa na internet devemos ter em conta a autoria (quem escreveu ou coligiu aquela informação? Com que objetivos e pontos de vista?), objetividade (A informação será parcial? Qual a perspetiva do autor? São apresentados factos ou opiniões? O texto esta redigido com correção formal, linguística e científica?), autenticidade (A informação será autêntica? Tenta descobrir as fontes das páginas que consultas), a fiabilidade (A informação será fidedigna? Qual a sua origem? Será patrocinada por uma marca?), a atualidade (A página está atualizada? A informação é recente?) e a relevância (A informação é pertinente? Será adequada às tuas necessidades) da informação. 

Em suma, quando procuramos informação na internet é muito importante que sejamos capazes de analisar a mesma e confrontá-la com informação retirada de outras fontes ou páginas. Não basta procurar num local pois essa pode estar errada. E nunca devemos esquecer de referênciar a fonte de onde removemos a informação que estamos a utilizar. Realizar um trabalho de pesquina utilizando a internet como fonte de informação é uma tarefa muito complicada porque a informação na net é muita e temos de saber quando esta é boa ;)

Por isso os meus alunos muitas vezes dizerm que preferem utilizar a biblioteca da escola:) Já sabem que depois têm de justificar o porquê da utilização de determinados sites, e ai as coisas ficam complicadas:) 

Mónica

Comentários

  • Ana Santos há 945 dias

    Olá Mónica,

    Concordo totalmente com o facto de que terão que ser os professores a ensinar as competências necessárias para destrinçar a boa da má informação disponível na net. Ora, para isso, ou se aposta na formação dos professores independentemente da área de ensino ou se deixa à iniciativa própria. Continuar a fingir que não é nada connosco parece mesmo não ser o caminho a seguir...

    Ana Margarida

  • Mónica Velosa há 944 dias

    Boa tarde,

    Sim, estou completamente de acordo contigo os professores têm de ter mais formação e formação de qualidade. Só assim seremos capazes de ensinar os nossos alunos da melhor forma. 

    Mónica

  • Katia Wermke há 928 dias

    Oi Monica, também concordo com vocês. Um oceano de informaÇões e os alunos, muitas vezes, não sabem pra que lugar navegar.

    O outro ponto é deextrema urgência, mas nem sempre possível: a nossa formação com qualidade. Às vezes falta tempo e quando temos tempo, muitas vezes, falta recursos para participar de cursos, seminários ou palestras.

  • Mónica Velosa há 927 dias

    Olá Katia,

    Por isso eu considerar a Universidade Aberta um lugar onde se pode aprender muito. Temos com esta universidade a oportunidade de fazer crescer o nosso conhecimento.

    Sim, é verdade, a informação está na Internet e basta ler. Mas a verdade é que são estes cursos que fazem com que nós, professores, fiquemos sentados a ler, a pesquisar, a refletir, a analisar, a realizar pequenas tarefas que contribuem para o crescimento do nosso conhecimento pessoal. Penso que sem estes cursos o tempo de reflexão e de experiências seriam muito menores. 

    Mónica Velosa