Experiência, balanço e reflexão

Bem, confesso que foi uma experiência interessante e positiva, mas na qual me senti um pouco caido do céu, por não ter sido voluntária, no ceio de um contexto que só agora, depois de ter lido os comentários sobre os dois trabalhos colocados aqui,  começo a ter alguma noção que me permita uma autocrítica, uma reflexão e uma compreensão do que se pretendia. Quanto à situação de ter que avaliar os meus pares, foi profundamente desconfortável, pois não me sentia com conhecimentos, experiência  e entendimento suficiente para o fazer e um medo terrível de prejudicar alguém. Gostaria de voltar a participar nesta formação, mas agora de forma voluntária, focada e não como uma extensão inesperada de uma outra cadeira. No entanto sermos confrontados com situações estranhas e inesperadas tem aspetos positivos de desenvolvimento, crescimento  e construção da nossa resiliência o que por si é já uma mais valia.