"Não basta apenas transferir o conhecimento para o aluno."

http://porvir.org/diariodeinovacoes/nao-basta-apenas-transferir-conhecimento-para-aluno-2/20150430

Professor conta como começou a trabalhar com metodologias ativas no ensino superior em sua aula de direito tributário.

Comentários

  • Neiva há 1585 dias

    Vanessa,

    Cada vez mais as salas de aula estão com alunos presentes fisicamente, mas  com a sua atenção em outras coisas,menos no que está sendo trablahado em sala de aula.  Assim, o conceito de sala de aula e a abordagem pedagógica deve se adaptar a estas mudanças que encontramos dentro das nossas salas de aula. Ontem a noite conversando com um professor de Marleting, ele me colocou que nos últimos anos o nosso tempo de concentração ou em ficar prestando atendção em algo diminuiu nos último sanos e acredito que é em função das novas tecnologias, que estão criando uma geração de superficiais, pois eles não conseguem mais nem ficar 15 segundos focados para ler um email, e a sua atenção se desvia.

    Assim, precisamos encontrar novas formas de trabalhar, de envolver os alunos, fazendo com que eles se tornem ativos na construção do seu conhecimento, participativos, motivados, e que a aprendizagem seja siginificativa. Neste contexto entram a aprendizagem ativa com uso de BPL - Aprendizagem por projetos,  GBL - aprendizagem por jogos, discussão e solução por casos, aprendiagem foca em equipe e por pares. Muitas são as formas ou estratégias para trabalharmos de forma ativa e assim cativarmos o aluno, desacomodando ele da situação passiva.