Aprendizagem ao Longo da Vida: Um conceito utópico?